visite o portal Habitasul
habitasul
use o "fale" do portal Habitasul
fale com a Habitasul
Home
O SAE
Sua conta
Fotos
Balneabilidade
Potabilidade
Certificações
Legislação
Meio ambiente
Dicas
Contato

 






Potabilidade - a qualidade da água que se bebe

Água potável é como chamamos a água que pode ser consumida por pessoas e animais sem riscos de adquirirem doenças por contaminação da mesma. Ela pode ser oferecida à população urbana ou rural com ou sem tratamento prévio, dependendo da origem do manancial. O tratamento de água visa reduzir a concentração de poluentes até o ponto em que não apresentem riscos para a saúde pública.

No Brasil, a Portaria nº 2.914 de 14 de dezembro de 2011 do Ministério da Saúde define os padrões de potabilidade da água com base nas exigências da OMS (Organização Mundial de Saúde). De acordo com essa portaria, os padrões que determinam se uma água é potável ou não são:


Tabela 1 -
Padrão microbiológico da água para consumo humano

Tipo de água

Parâmetro

VMP(1)

Água para consumo humano

Escherichia coli (2)

Ausência em 100 mL

Água tratada

Na saída do tratamento

Coliformes totais (3)

Ausência em 100 mL

No sistema de distribuição (reservatórios e rede)

Escherichia coli

Ausência em 100 mL

Coliformes totais (4)

Sistemas ou soluções alternativas coletivas que abastecem menos de 20.000 habitantes

Apenas uma amostra, entre as amostras examinadas no mês, poderá apresentar resultado positivo

Sistemas ou soluções alternativas coletivas que abastecem a partir de 20.000 habitantes

Ausência em 100 mL em 95% das amostras examinadas no mês


Notas:
(1) Valor máximo permitido.
(2) Unidade Hazen (mgPt-Co/L).
(3) Intensidade máxima de percepção para qualquer característica de gosto e odor com exceção do cloro livre, nesse caso por ser uma característica desejável em água tratada.
(4) Unidade de turbidez.


Tabela 2 -
Padrão organoléptico de potabilidade

Parâmetro

CAS

Unidade

VMP (1)

Alumínio

7429-90-5

mg/L

0,2

Amônia (como NH3)

7664-41-7

mg/L

1,5

Cloreto

16887-00-6

mg/L

250

Cor aparente (2)

 

uH

15

1,2 diclorobenzeno

95-50-1

mg/L

0,01

1,4 diclorobenzeno

106-46-7

mg/L

0,03

Dureza total

 

mg/L

500

Etilbenzeno

100-41-4

mg/L

0,2

Ferro

7439-89-6

mg/L

0,3

Gosto e odor (3)

 

Intensidade

6

Manganês

7439-96-5

mg/L

0,1

Monoclorobenzeno

108-90-7

mg/L

0,12

Sódio

7440-23-5

mg/L

200

Sólidos dissolvidos totais

 

mg/L

1000

Sulfato

14808-79-8

mg/L

250

Sulfeto de hidrogênio

7783-06-4

mg/L

0,1

Surfactantes (como LAS)

 

mg/L

0,5

Tolueno

108-88-3

mg/L

0,17

Turbidez (4)

 

uT

5

Zinco

7440-66-6

mg/L

5

Xilenos

1330-20-7

mg/L

0,3

NOTAS:
(1) Valor máximo permitido.
(2) Unidade Hazen (mgPt-Co/L).
(3) Intensidade máxima de percepção para qualquer característica de gosto e odor com exceção do cloro livre, nesse caso por ser uma característica desejável em água tratada.
(4) Unidade de turbidez.

*CAS é o número de referência de compostos e substâncias químicas adotado pelo Chemical Abstract Service.

 

Acompanhe, abaixo, planilhas de monitoramento da potabilidade.

 

Relatórios Anuais de
Qualidade das Águas de Abastecimento

Acesse abaixo



OBS: Para alguns relatórios é necessário o Adobe Acrobat Reader para que o arquivo seja aberto. Após aberto, colocar o zoom em 300% para uma boa visualização dos dados.



potabilidade
Acesse as tabelas de análise de potabilidade.


OBS: Para alguns relatórios é necessário o Adobe Acrobat Reader para que o arquivo seja aberto. Após aberto, colocar o zoom em 300% para uma boa visualização dos dados.






SISTEMA DE ÁGUA E ESGOTOS
Av. dos Dourados, s/n - Jurerê Internacional - Florianópolis SC - CEP 88053-410
Fone: 48 3261.5587 - Fax: 48 3282.0046
ADMINISTRAÇÃO JURERÊ INTERNACIONAL: Av. das Raias, 400 - Fone 48 3261.5500

Copyright © GRUPO HABITASUL

MATRIZ: Rua General João Manoel, 157 - Centro - Porto Alegre RS - Brasil - Fone: 55 51 3220.3535
Visite www.habitasul.com.br -
Política de Privacidade